<b>Uso de marcas verbais para aspectos não-verbais da conversação em salas de bate-papo na Internet</b>

Autores

  • Robson Santos de Oliveira
  • Luciano R. de Lemos Meira

DOI:

https://doi.org/10.1590/rbcc.v33i1.149

Palavras-chave:

Chats. Aspectos não-verbais. Interação. Análise da conversação.

Resumo

Este estudo analisa o uso de marcadores verbais para representar alguns aspectos não-verbais da conversação nas salas de bate-papo na Internet e de que forma tais aspectos contribuem para a interação predominantemente verbal realizada neste contexto. Nosso artigo trata sobre como os processos de comunicação humana são mediados pelas tecnologias digitais, considerando alguns aspectos psicológicos e culturais de interação. Uma etnografia virtual nas salas de batepapo foi empregada para observar o uso pelas pessoas dos marcadores verbais que representaram gestos e vocalizations (emoticons e expressões lexicais dos sons, das abreviaturas e das onomatopéias). Nós usamos então a Análise da Conversação para investigar os diálogos dos chatrooms. Identificou-se uma predominância das marcas verbais de emoticons e de onomatopéias em relação às marcas verbais de entonações e de abreviações referentes aos aspectos não-verbais da conversação nas salas de chat da Internet, sendo o sorriso o mais frequente destes aspectos, durante a pesquisa.

Downloads

Publicado

23-04-2010

Como Citar

OLIVEIRA, R. S. de; MEIRA, L. R. de L. <b>Uso de marcas verbais para aspectos não-verbais da conversação em salas de bate-papo na Internet</b>. Intercom: Revista Brasileira de Ciências da Comunicação, São Paulo, v. 33, n. 1, p. Pag. 105, 2010. DOI: 10.1590/rbcc.v33i1.149. Disponível em: https://revistas.intercom.org.br/index.php/revistaintercom/article/view/149. Acesso em: 6 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos