<b>El derecho de las mujeres a la Comunicación: la transversalización de la legislación de medios com perspectiva de género</b>

Autores

  • Aimée Vega Montiel

DOI:

https://doi.org/10.1590/rbcc.v32i2.262

Palavras-chave:

Direito à Comunicação. Mulheres. Gêneros. Políticas de Comunicação.

Resumo

Baseado na Plataforma de Ação de Pequim de 1995, que em seu capítulo J, "As mulheres e os meios de difusão", estabelece a necessidade de chamar os governos e os setores envolvidos com o tema a fomentar um programa ativo e visível de incorporação da perspectiva de gênero nas políticas e projetos de Comunicação, este artigo contém a proposta que a autora desenvolveu para a Rede de investigadoras pela vida e liberdade das mulheres, e que foi apresentada na Comissão Plural para a Lei dos Meios de Comunicação do Senado Mexicano, a fim de que a referida legislação promova, de maneira efetiva, a igualdade ao acesso e participação das mulheres aos direitos de Comunicação e informação.

Downloads

Publicado

01-09-2009

Como Citar

MONTIEL, A. V. <b>El derecho de las mujeres a la Comunicación: la transversalización de la legislación de medios com perspectiva de género</b>. Intercom: Revista Brasileira de Ciências da Comunicação, São Paulo, v. 32, n. 2, p. Pág. 101, 2009. DOI: 10.1590/rbcc.v32i2.262. Disponível em: https://revistas.intercom.org.br/index.php/revistaintercom/article/view/262. Acesso em: 26 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos