Qualidade da informação: a agenda social da mídia em ano eleitoral presidencial

Autores

  • Luiz Gonzaga Motta Universidade de Brasília
  • Railssa Peluti Alencar

DOI:

https://doi.org/10.1590/rbcc.v34i1.636

Resumo

O objetivo da análise descrita no artigo é observar até que ponto o trabalho de agendamento de jornalistas e candidatos a respeito de temas relacionados às crianças e adolescentes durante o período eleitoral de 2006 aumentou a qualidade da cobertura da mídia. Um trabalho de sensibilização de jornalistas e dos comitês dos candidatos presidenciais foi realizado durante todo o ano eleitoral a fim de qualificar a informação sobre esse tema social. O artigo relata uma análise de conteúdo de 54 jornais e quatro telejornais brasileiros que mediu o impacto desse agendamento prévio na qualidade do noticiário do período. Houve um crescimento significativo das notícias sobre o tema. Mas o jornalismo brasileiro (particularmente o telejornalismo) centrou a foco nos candidatos e não nas políticas públicas, perdendo a oportunidade de qualificar a cobertura social com informações relevantes que estavam acessíveis.

Downloads

Publicado

17-06-2011

Como Citar

MOTTA, L. G.; ALENCAR, R. P. Qualidade da informação: a agenda social da mídia em ano eleitoral presidencial. Intercom: Revista Brasileira de Ciências da Comunicação, São Paulo, v. 34, n. 1, 2011. DOI: 10.1590/rbcc.v34i1.636. Disponível em: https://revistas.intercom.org.br/index.php/revistaintercom/article/view/636. Acesso em: 26 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos