A Censura de O Poço: mediação entre a realidade e o simbólico

Autores

  • Maria Cristina Castilho Costa

DOI:

https://doi.org/10.1590/rbcc.v34i1.642

Palavras-chave:

Censura. Teatro. Arquivos. Etnografia de arquivos. Comunicação.

Resumo

O artigo faz uma análise do processo de censura prévia de O Poço (1950), peça teatral de Helena Silveira, sob guarda do Arquivo Miroel Silveira da ECA-USP. Através dessa análise, apresentamos a metodologia de trabalho desenvolvida no estudo dessa documentação, envolvendo metodologia multidisciplinar denominada por alguns autores de Etnografia de Arquivos, com atividades de gerenciamento de informação, pesquisa bibliográfica, análise de conteúdo e interpretação histórica. Com esse estudo que cruza o real e o simbólico, é possível entender o significado dos arquivos, da censura e da realidade como fonte de representação simbólica.

Downloads

Publicado

17-06-2011

Como Citar

COSTA, M. C. C. A Censura de O Poço: mediação entre a realidade e o simbólico. Intercom: Revista Brasileira de Ciências da Comunicação, São Paulo, v. 34, n. 1, 2011. DOI: 10.1590/rbcc.v34i1.642. Disponível em: https://revistas.intercom.org.br/index.php/revistaintercom/article/view/642. Acesso em: 26 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos