<b>Peirce na trilha deleuzeana: a semiótica como intercessora da filosofia do cinema</b>

Autores

  • Alexandre Rocha da Silva
  • Rafael Wagner dos Santos Costa

DOI:

https://doi.org/10.1590/rbcc.v33i1.152

Palavras-chave:

Imagem-movimento. Imagem-tempo. Semiótica. Peirce. Deleuze.

Resumo

Peirce na trilha deleuzeana é resultado parcial de duas pesquisas: uma sobre a imagem documental e outra sobre as teorias dos cineastas brasileiros que têm em comum o objetivo de retomar a influência peircena sobre o pensamento cinematográfico de Deleuze, em geral associado ao bergsonismo. Tal retomada permite uma revisão crítica dos tipos de imagem propostos por Deleuze em A imagem-movimento e A imagem-tempo à luz da semiótica, além do desenvolvimento de novos tipos de imagens derivadas da experiência cinematográfica contemporânea e que introduzem novas e específicas problemáticas a desafiar os estudos do audiovisual. Ao desconstruir a hegemonia bergsoniana, este artigo procura revelar os modos como, a exemplo de uma "língua menor", os pensamentos de Peirce e de Deleuze se agenciam para dar lugar a uma nova imagem de pensamento cuja matéria de expressão são as imagens cinematográficas.

Downloads

Publicado

23-04-2010

Como Citar

SILVA, A. R. da; COSTA, R. W. dos S. <b>Peirce na trilha deleuzeana: a semiótica como intercessora da filosofia do cinema</b>. Intercom: Revista Brasileira de Ciências da Comunicação, São Paulo, v. 33, n. 1, p. Pag. 169, 2010. DOI: 10.1590/rbcc.v33i1.152. Disponível em: https://revistas.intercom.org.br/index.php/revistaintercom/article/view/152. Acesso em: 6 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos