<b>A pílula da longevidade à venda nas páginas da Revista Veja</b>

Autores

  • Lia Hecker Luz

DOI:

https://doi.org/10.1590/rbcc.v33i1.156

Palavras-chave:

Comunicação. Jornalismo científico. Jornalismo medico. Saúde. Veja.

Resumo

Este trabalho se propõe a analisar as 50 matérias sobre saúde publicadas nas edições de janeiro a junho de 2005 da Revista Veja, para conhecer quais são os principais temas abordados, as fontes consultadas, a ênfase e a finalidade das matérias. O percurso metodológico é guiado pela análise de conteúdo como proposto por Laurence Bardin, com o auxílio da catalogação realizada com o programa Winisis, da Unesco. Conforme verificado, Veja assume o papel de anunciar aos seus leitores, a elite do país, o que há de novo no mercado farmacêutico e de equipamentos de saúde, dando às matérias caráter publicitário, citando nomes de medicamentos e fabricantes. A publicação explora as promessas da indústria farmacêutica para abordar enfermidades, aliviando, assim, a angústia de leitores ávidos pela pílula da longevidade. Antes de ler as matérias, o leitor deve lembrar-se das prováveis respostas a duas questões: quem tem interesse na notícia e quem vai lucrar com a divulgação da mesma.

Downloads

Publicado

23-04-2010

Como Citar

LUZ, L. H. <b>A pílula da longevidade à venda nas páginas da Revista Veja</b>. Intercom: Revista Brasileira de Ciências da Comunicação, São Paulo, v. 33, n. 1, p. Pag. 257, 2010. DOI: 10.1590/rbcc.v33i1.156. Disponível em: https://revistas.intercom.org.br/index.php/revistaintercom/article/view/156. Acesso em: 26 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos