Um enfoque mais amplo para o Jornalismo Científico

Autores

  • Carlos Henrique Fioravanti

DOI:

https://doi.org/10.1590/rbcc.v36i2.1794

Palavras-chave:

Jornalismo Científico. Teoria do Ator-Rede. Descoberta e desenvolvimento de fármacos.

Resumo

Neste ensaio, com base em propostas de outros jornalistas, em recomendações dos idealizadores da Teoria Ator-Rede e na observação da prática da produção científica, apresenta-se um enfoque ampliado do Jornalismo Científico, que considera a ciência como um trabalho coletivo e histórico, marcado pela incerteza e pela diversidade de atores. Comparado com o enfoque clássico predominante, que foca os cientistas de modo isolado e considera a ciência como um processo linear, desprovido de conflitos internos e previsível, o Enfoque Ampliado poderia ajudar os jornalistas a descrever a ciência de modo menos otimista, a evitar os equívocos mais comuns no relato de descobertas científicas, a diversificar as fontes de informação e a desenhar um quadro mais realista da ciência.

Biografia do Autor

Carlos Henrique Fioravanti

Jornalista científico, doutor, pesquisador em história da medicina noBrasil. São Paulo-SP, Brasil. E-mail: chfioravanti@gmail.com

Downloads

Publicado

12-12-2013

Como Citar

FIORAVANTI, C. H. Um enfoque mais amplo para o Jornalismo Científico. Intercom: Revista Brasileira de Ciências da Comunicação, São Paulo, v. 36, n. 2, 2013. DOI: 10.1590/rbcc.v36i2.1794. Disponível em: https://revistas.intercom.org.br/index.php/revistaintercom/article/view/1794. Acesso em: 27 jan. 2023.

Edição

Seção

Arena