Mais concentração de propriedade de Mídia, menos democracia? Testando possibilidades de associação entre variáveis

Autores

  • Juliano Domingues da Silva Universidade Católica de Pernambuco, Pró-Reitoria Acadêmica, Curso de Jornalismo. Recife - PE, Brasil)
  • Jorge Zaverucha Universidade Federal de Pernambuco, Departamento de Ciência Política, Programa de Pós-Graduação em Ciência Política. Recife - PE, Brasil
  • Dalson Figueiredo Filho Universidade Federal de Pernambuco, Departamento de Ciência Política, Programa de Pós-Graduação em Ciência Política. Recife - PE, Brasil
  • Enivaldo Carvalho da Rocha Universidade Federal de Pernambuco, Departamento de Ciência Política, Programa de Pós-Graduação em Ciência Política. Recife - PE, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.1590/rbcc.v38i1.2205

Palavras-chave:

Mídia. Democracia. Economia. Concentração. Regulação.

Resumo

Parte relevante da literatura em Comunicação e Ciência Política sugere que a diversidade de fontes de informação seria condição necessária para a democracia. Em tese, quanto mais desconcentrada a Mídia, mais democrático o país. Diante disso, perguntamos: seria possível verificar empiricamente a existência de uma correlação negativa entre concentração de propriedade de Mídia e índice de democracia? Para oferecer uma resposta a esse questionamento, recorremos a métodos estatísticos, mais especificamente a ferramentas de estatística descritiva e de teste de correlação. O experimento confirmou a previsão teórica segundo a qual seria possível associar países mais democráticos a menor concentração de propriedade de meios de Comunicação.

Biografia do Autor

Juliano Domingues da Silva, Universidade Católica de Pernambuco, Pró-Reitoria Acadêmica, Curso de Jornalismo. Recife - PE, Brasil)

Mestre e doutor em Ciência Política Universidade Católica de Pernambuco e em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), integra o Grupo de Pesquisa “Políticas e Estratégias de Comunicação” da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom). É professor e coordenador do curso de Jornalismo da Universidade
Católica de Pernambuco. Autor de A ‘política’ da política de TV digital no
Brasil: atores, interesses e decisão governamental (Multifoco, 2011).

Jorge Zaverucha, Universidade Federal de Pernambuco, Departamento de Ciência Política, Programa de Pós-Graduação em Ciência Política. Recife - PE, Brasil

Possui mestrado na Hebrew University of Jerusalem e doutorado em Ciência Política pela University of Chicago. Pós-Doutorado pela University of Texas – Austin, onde foi professor visitante do Departamento de Governo. É coordenador de subárea do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia, professor associado da Universidade Federal de Pernambuco, pesquisador temporário (The British Academy). Tem experiência na área de Ciência Política, com ênfase em Estado e Governo, atuando principalmente nos seguintes  temas: democracia, autoritarismo, forcas armadas, militares e
segurança pública. Bolsista de Produtividade em Pesquisa 1B. Autor do livro FHC, Forças Armadas e Polícia: entre o autoritarismo e a democracia (1999-2002) ( Record 2006).

Dalson Figueiredo Filho, Universidade Federal de Pernambuco, Departamento de Ciência Política, Programa de Pós-Graduação em Ciência Política. Recife - PE, Brasil

É professor Adjunto do Departamento de Ciência Política e vice-coordenador do Programa de Pós-Graduação em Ciência Política (PPGCP – UFPE). Doutor em Ciência Política pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE, 2012). Foi pesquisador visitante na Universidade de Indiana  (Bloomington, 2014), na William Mitchell College of Law (Saint Paul, 2011) e na Universidade de Wisconsin (Madison, 2009). Mestre em Ciência Política (UFPE, 2009) e bacharel em Ciências Sociais (UFPE, 2005) com graduação sanduíche na
Universidade do Texas (Austin, 2003).

Enivaldo Carvalho da Rocha, Universidade Federal de Pernambuco, Departamento de Ciência Política, Programa de Pós-Graduação em Ciência Política. Recife - PE, Brasil

Possui graduação em Estatística pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), mestrado em Estatística pela Universidade de São Paulo (USP) e doutorado em Engenharia de Produção pela COPPE Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). É professor associado da Universidade Federal de Pernambuco e chefe do departamento de Ciência Política. Tem experiência na área de probabilidade e estatística, com ênfase em probabilidade e estatística aplicada, atuando principalmente nos seguintes temas: métodos quantitativos,
regressão, modelos lineares, análise multivariada e  simulação.

Publicado

14-05-2015

Como Citar

SILVA, J. D. da; ZAVERUCHA, J.; FIGUEIREDO FILHO, D.; ROCHA, E. C. da. Mais concentração de propriedade de Mídia, menos democracia? Testando possibilidades de associação entre variáveis. Intercom: Revista Brasileira de Ciências da Comunicação, São Paulo, v. 38, n. 1, 2015. DOI: 10.1590/rbcc.v38i1.2205. Disponível em: https://revistas.intercom.org.br/index.php/revistaintercom/article/view/2205. Acesso em: 27 jan. 2023.

Edição

Seção

Artigos