Violência policial e o debate no Twitter em Portugal: o caso do Bairro da Jamaica

Autores

Palavras-chave:

Bairro da Jamaica. Portugal. Racismo. Violência policial. Twitter.

Resumo

O presente artigo apresenta uma análise da comunicação no Twitter a respeito de um caso de violência policial ocorrido no Bairro da Jamaica, distrito de Setúbal, em Portugal. O objetivo é identificar de que forma a violência é naturalizada no discurso público e quais os principais argumentos utilizados. A partir de uma análise qualitativa dos posts sobre o evento, percebe-se que alguns temas estiveram presentes, sendo eles: o uso de violência excessiva por agentes da polícia, o racismo, o lugar dos negros e afrodescendentes na sociedade portuguesa, e a atribuição de responsabilidades a respeito do ocorrido. Em conformidade com estudos anteriores, discussões sobre raça e racismo nas redes sociais tendem a seguir eventos de violência policial. Nesse sentido, o Twitter é usado como meio para a expressão de narrativas a respeito do evento e para a reafirmação de estereótipos como justificativa para a ação da polícia.

Biografia do Autor

Beatriz Nascimento Teles, Instituto Universitário de Lisboa - ISCTE-IUL

Mestre em História Social das Relações Políticas pela Universidade Federal do Espírito Santo e Doutoranda em Ciências da Comunicação pelo Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL). Tem experiência em pesquisa sobre Fascismo italiano, propaganda política e o cinema neorrealista da década de 1940 produzido na Itália. Atualmente, tem se dedicado à análise do discurso racista nas redes sociais em Portugal, tema em desenvolvimento na sua tese de Doutorado.  

Publicado

28-04-2020

Como Citar

TELES, B. N. Violência policial e o debate no Twitter em Portugal: o caso do Bairro da Jamaica. Intercom: Revista Brasileira de Ciências da Comunicação, São Paulo, v. 43, n. 1, 2020. Disponível em: https://revistas.intercom.org.br/index.php/revistaintercom/article/view/3465. Acesso em: 27 jan. 2023.

Edição

Seção

Artigos