Uma utopia nacional em produção comercial: o caso do programa radiofônico História da Literatura Brasileira (1952-1954)

Autores

  • Matan Ankava Universidade de São Paulo

Palavras-chave:

História do Rádio, História da Literatura Brasileira, Radiocomunicação, Cultura de Massa, Osvaldo Moles

Resumo

O presente artigo se propõe a estudar o programa radiofônico "História da Literatura Brasileira" (HLB), produzido por Osvaldo Moles, e transmitido entre os anos de 1952-1954. Parte da chamada era do rádio, o programa parece englobar com êxito os dois modelos que marcaram a história da radiodifusão: a proposta civilizatória-educativa, através da discussão de um cânone literário nacional, e a direção comercial-mercadológica, expressa no sucesso de audiência e crítica que foi o programa. Desta forma, uma realização como HLB evidencia a complexidade do universo radiofônico e sua constituição como ambiente de produção cultural multiforme e polissémico. Neste trabalho, buscamos refletir sobre os sentidos e significados contidos na massificação das temáticas presentes no Programa, que incidiam sobre aspectos como a identidade nacional, a cultura brasileira e os jogos de interesses e disputas por trás da (re)produção destes debates.

Publicado

14-12-2021

Como Citar

ANKAVA, M. Uma utopia nacional em produção comercial: o caso do programa radiofônico História da Literatura Brasileira (1952-1954). Intercom: Revista Brasileira de Ciências da Comunicação, São Paulo, v. 44, n. 3, 2021. Disponível em: https://revistas.intercom.org.br/index.php/revistaintercom/article/view/3711. Acesso em: 26 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos