Polarização política, influenciadores e relações pessoais

uma leitura dos estudos sobre o voto de Paul Lazarsfeld

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/1809-58442023118pt

Palavras-chave:

Teoria da Comunicação, Influência, Líder de Opinião, Lazarsfeld

Resumo

Formulado originalmente nos anos 1940 por Paul F. Lazarsfeld e colaboradores, o conceito de “líder de opinião” vem ganhando uma renovada atenção nos estudos de Comunicação, particularmente em trabalhos sobre influenciadores digitais. No entanto, nem sempre a ideia é situada em seu contexto, os livros The People’s Choice (1948), Voting (1954) e Personal influence (1955), isolando-a da trama epistemológica da qual emerge. Este texto destaca três pontos menos explorados dessas obras que podem ser articulados com fenômenos contemporâneos: (1) o lugar das relações pessoais e grupos próximos na tomada de decisões do indivíduo; (2) o surgimento de líderes de opinião como resultado de um vínculo de confiança e (3) a polarização decorrente da homogeneização das opiniões internas em um grupo e hostilização de visões contrárias. Esses pontos são discutidos dentro de uma perspectiva epistemológica da comunicação.

Biografia do Autor

Luis Mauro Sá Martino, Faculdade Cásper Líbero. Belo Horizonte – MG, Brasil

Doutor em Ciências Sociais pela PUC-SP. Professor da Faculdade Cásper Líbero. Professor-visitante no Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal de Minas Gerais. Foi pesquisadorbolsista na Universidade de East Anglia, Inglaterra, além de coordenador do GT Epistemologia da Comunicação, da Compós (2015/2106, 2022/2023). É autor, entre outros, dos livros “Teoria da Comunicação” (6ª edição, Vozes, 2020), “Teoria das Mídias Digitais” (Vozes, 2014) e “Métodos de Pesquisa em Comunicação” (Vozes, 2018).

Publicado

11-12-2023

Como Citar

MARTINO, L. M. S. Polarização política, influenciadores e relações pessoais: uma leitura dos estudos sobre o voto de Paul Lazarsfeld. Intercom: Revista Brasileira de Ciências da Comunicação, São Paulo, v. 46, p. e2023118, 2023. DOI: 10.1590/1809-58442023118pt. Disponível em: https://revistas.intercom.org.br/index.php/revistaintercom/article/view/4430. Acesso em: 4 mar. 2024.

Edição

Seção

Artigos