Criatividade e pensamento crítico

Autores

  • Gaëtan Tremblay

DOI:

https://doi.org/10.1590/rbcc.v34i1.648

Palavras-chave:

Criatividade. Espírito critico. Indústrias culturais. Ciências da Comunicação. Estratégias políticas.

Resumo

Neste breve artigo, com base em uma análise dos recentes discursos acadêmicos e políticos sobre a criatividade, apresenta-se uma reflexão teórica sobre a necessária articulação dialética do pensamento crítico e criativo em estudos de Comunicação. Em uma primeira etapa, são questionados os pressupostos com o objetivo de construir um novo paradigma social e econômico baseado na criatividade. Coloca-se em dúvida, em particular, as hipóteses teóricas e metodológicas de Richard Florida sobre a emergência de uma classe criativa. Em uma segunda etapa, é mostrado como é fácil para os políticos que promovem a criatividade como um valor positivo tornar-se uma pedra angular no desenvolvimento da sociedade da informação. Como conclusão, destaca-se a renovação do pensamento crítico como um complemento necessário da valorização do processo criativo nos estudos de Comunicação.

Downloads

Publicado

17-06-2011

Como Citar

TREMBLAY, G. Criatividade e pensamento crítico. Intercom: Revista Brasileira de Ciências da Comunicação, São Paulo, v. 34, n. 1, 2011. DOI: 10.1590/rbcc.v34i1.648. Disponível em: https://revistas.intercom.org.br/index.php/revistaintercom/article/view/648. Acesso em: 26 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos