O renascimento da Comunicação para a transformação social - Redefinindo a disciplina e a prática depois da "˜Primavera Árabe'

Autores

  • Thomas Tufte

DOI:

https://doi.org/10.1590/rbcc.v36i2.1783

Palavras-chave:

Movimentos sociais. Comunicação para o desenvolvimento (ComDev). Comunicação para a transformação social. Novas mídias digitais. Primavera árabe.

Resumo

No mundo todo, temos experimentado um ressurgimento de práticas multilaterais de Comunicação para a transformação social, uma infinidade de ações em que voz, cidadania e o coletivo tem estado no centro do palco como valores essenciais, de princípios e práticas. Assim, esse artigo objetiva analisar as alterações conceituais advindas desse contexto de mudança, pois o mesmo desperta uma série de questões. A partir de pesquisa bibliográfica, procuramos mostrar que, ao considerar as táticas dos cidadãos na dinâmica comunicativa da sociedade em rede, as instituições podem desenvolver uma sensibilidade de modo a ver os cidadãos como agentes da transformação social.

Biografia do Autor

Thomas Tufte

Professor doutor do Curso de Comunicação do Departamento de Estudos da Comunicação da Universidade de Roskilde, Roskilde, Dinamarca, e também ‘Senior Research Associate’ na Faculdade de Ciências Humanas na Universidade de Johannesburgo, Johannesburgo, Africa do Sul. E-mail: ttufte@ruc.dk

Downloads

Publicado

12-12-2013

Como Citar

TUFTE, T. O renascimento da Comunicação para a transformação social - Redefinindo a disciplina e a prática depois da "˜Primavera Árabe’. Intercom: Revista Brasileira de Ciências da Comunicação, São Paulo, v. 36, n. 2, 2013. DOI: 10.1590/rbcc.v36i2.1783. Disponível em: https://revistas.intercom.org.br/index.php/revistaintercom/article/view/1783. Acesso em: 27 jan. 2023.

Edição

Seção

Artigos