Representações LGBTQIA+ em Estudos Publicitários

um olhar sobre a produção científica brasileira do Intercom, Compós e Pró-Pesq PP de 2000 a 2020

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/1809-58442022102pt

Palavras-chave:

Publicidade, Representações, LGBTQIA , Pesquisa científica

Resumo

O objetivo deste artigo é relatar e discutir os resultados de uma análise realizada sobre o desenvolvimento da produção científica de estudos comunicacionais no Brasil, entre 2000 e 2020, que aborda as representações LGBTQIA+ na publicidade. Como fontes são considerados os trabalhos publicados nos anais de três importantes eventos nacionais do campo das Ciências da Comunicação, a saber: o Intercom / Divisão Temática (DT) 2 - Publicidade e Propaganda; o Pró-Pesq PP; e o Compós. Dos 4.902 artigos, que integram os referidos anais, foram identificados, selecionados e analisados 38 (0,78%) textos pertinentes. Os resultados compartilhados neste trabalho delineiam um quadro informativo, que destaca os aspectos teóricos, abordagens metodológicas, entre outros, e ressalta alguns caminhos e desafios a serem acolhidos em estudos futuros.

Biografia do Autor

Francisco Leite, Universidade de São Paulo. São Paulo – SP, Brasil

Doutor em Ciências da Comunicação pela ECA-USP, com estágio de doutoramento PDSE/CAPES na Universidade de Trento e na Universidade de Bolonha (Itália). Pós-doutorado em Comunicação e Consumos na USP, com bolsa FAPESP (2019-2021). É pesquisador vice-líder do grupo de pesquisa ArC2 - Estudos Antirracistas em Comunicação e Consumos ECA-USP/CNPq. Autor de “Publicidade contraintuitiva: inovação no uso de estereótipos na comunicação” (2014), coorganizador e autor de “Publicidade Antirracista: reflexões, caminhos e desafios” (2019), obra finalista do prêmio Jabuti 2020.

Publicado

25-05-2022

Como Citar

LEITE, F. Representações LGBTQIA+ em Estudos Publicitários: um olhar sobre a produção científica brasileira do Intercom, Compós e Pró-Pesq PP de 2000 a 2020. Intercom: Revista Brasileira de Ciências da Comunicação, São Paulo, v. 45, p. e2022102, 2022. DOI: 10.1590/1809-58442022102pt. Disponível em: https://revistas.intercom.org.br/index.php/revistaintercom/article/view/3933. Acesso em: 8 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos